domingo, 4 de setembro de 2011

Sentido

Não me sinto aqui...
Esqueço d’ onde estou,
Sem mesmo saber se estou.
Se me sinto.
Passo a existir escrito, quando me vejo
Nas palavras que não digo.
Questões faço todos os dias,
Estou sozinho e tem tanta gente ao redor.
Um lugar, um colírio, um sorriso...
Tão logo, não é mais. O que parecia,
Agora já possui outro sentido.
Nada tem sentido!
Sentido!
Onde estou?
Que horas são?
Quem sois vós?

Nenhum comentário:

Postar um comentário