quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Anseios

Meu anseio por vê-la novamente,
Aumenta a cada instante.
Não sei achar isso agradável,
Não sei ter outro pensamento que 
Não me leve a você.
Isso é tão incompreensível,
Quanto outras palavras já ditas. 
Pareço temer os desejos 
De minha mente.
Ela sempre produz cenas que 
Talvez eu não fosse capaz de
Reproduzi-las, mas me sinto 
Nutrido de forças para tal.
Tamanho é o desejo, que daria o mundo,
Pra que esse fosse recíproco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário