quinta-feira, 16 de maio de 2013

Marcas


Confesso a língua 
veneno que destila 
todas frases enrustidas 
verbos e demagogias

Não compreendo meia filosofia 
expressada por ruas tortas 
embriagues excessiva

O comitê protestando festas 
a torcida distorcida 
no mel à ferida 
em circos atrizes

Para nós rirmos 
das historias já envelhecidas 
e a certeza de não sermos 
mais que meras cicatrizes 


Nenhum comentário:

Postar um comentário