segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Me Disse Deus: SOU EU



Passo tempos revirados em só um ato 
Atuar como Judas, Jesus, Pedro...
Enfim, já senti e sinto 
Que muitos sentiram passar na pele 
Os tempos dos próprios apóstolos, 
Mas rebelei-me dizendo contra ao grande senhor 
Que não pede ser chamado de grande 
Muito menos ser todo gloriado 
Sem clamar de verdade por verdade 

Pois sedes justos 
Desdes o inicio 
Dos tempos 
Em que à ele pertence

Pois este mesmo deus simples 
Como eu ou a ti dissera-me 
Para apenas dizeres 
O que for dele 

Para que ele 
Veja nosso clamor 
Entre gritos em letras 
Pedindo ao menos 
Um ponto 

E que de ponto em ponto 
Este seja o seu ultimo feito 
Para que venhas todos aqueles 
Que no senhor espera 

E luta contra este 
Que não se desprega 
Do mal porque 
Não é feito de carne 
Nem luz 
Mas habita o escuro 
E vem nos tragar 
Com teus enganos 
Ficando sempre como dono 
De todos os planos 
Deixando-nos desvalidos 

Mas acredite, acredito... E eles vem ao teu ouvido 
Dizeres outras blasfêmias para que se perca a reta. 

Porem deus Deus Eloim Uno ser 
Apenas me de a morte se isso nada vier a ser de forte 
Como teu vento e teu céu 
Que quando clamo todos sinais me apresenta Senhor 
Apresenta a todos teus filhos, Oh Pai! 

Façais dos teus anjos entre nuvens o pai escoltado a face do dia 
Sendo o mal derrubado, não demorai Senhor 
Pois nós já somos o pó, pai
E voltar a Ser Pó não trará salvação 
Nem mesmo se faltar respiração 

Então, oh Senhor 
Senhor por favor 
Ouvi as preces do teu filho 
Por teu povo, Oh pai 
E vê que precisamos urgente da tua salvação!

Pai, Senhor 
Não Deixa 
Oh Deus 
Eu aqui nessa batalha a sois 

Pois mesmo que eu lhe diga não 
No meu coração o Senhor sabe bem 
O que se passa então vêem a todos e cura


Me Disse Deus: SOU EU


Nenhum comentário:

Postar um comentário