sábado, 24 de novembro de 2012

SACIE SE...

Nas noites quentes
Tenho calafrios
E a insonia
É mais frequente

Nestes dias
Nada sacia-me
Não importa
O que possua

Minha vida
É nua
E crua

Nada é meu
Nada é teu
Tudo é nosso

Mas nada
Nem tudo
Satisfaz

Não há remédio
Não há veneno
Só há tédio

Quanto você tem?
Tenho tudo,
Mas não tenho nada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário