quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Ouvindo

Falando, um pouco mais, de ti, para ti, apenas por elevar tua estima...

Sinto teu aroma intrínseco,
O doce mel, misturado as ervas finas,
Tocando meus seres sentidos
Profundamente unindo-os,
Trazendo o curado dentre estes
Para edificar os momentos ao teu lado,
Com nossos punhos e braços,
Erguendo castelos, dissipando paz
E harmonia entre todos os "povos" irmãos, amados, amores...
Amai nos.
E não se privai das flores
Dos nossos jardins, sejamos unidos.

A sua frente uma linda moça o espera
Para um alegre passeio...

Anseio estar nos
Seios de teus braços
Dando risadas,
Recebendo carinhos

Entrego meu melhor
E mais sincero
Sentimento.

Revelando,
Confiando a ti
Minhas dores
E infernos,

Assim também
Fizeras a mim
Revelando tuas
Dores e conflitos,

Sem pudores,
Tão pouco
Sabendo sobre mim,
Assim, acredito eu...

Eu...
Que doou de alma
Meu pobre coração
Eu...
Que desabo em lágrimas
E me contento em teus lábios
Eu...
Que só quero tudo
E posso com toda força
Eu...
Você...

Nenhum comentário:

Postar um comentário