sexta-feira, 30 de novembro de 2012

INOCÊNCIA

Simplesmente envolvente seu jeito inocente, 
Me perco em teu olhar negro, 
Sentindo o paraíso sem provar 
 O melhor ainda há de vir 
Ainda quero teu perfume 
 Por todos os dias perder-me em teus braços 
 Sentir teus lábios carnudos 
Te levar por entre meus universos 
Passear aos seus de braços abertos 
Vamos juntos minha flor 
Quero todo seu mel 

"De que o mel é doce, me nego afirmar, mas que parece doce afirmo plenamente." 
 Raul Seixas

Nenhum comentário:

Postar um comentário