domingo, 2 de setembro de 2012

Grande Amigo e Nobre Poeta


Grande Amigo e Nobre Poeta


Não Perca Fé em Nós, 
Não Abandone a Piscina.  


Somos como os peixinhos, 
Estamos nos alimentando com o que recebemos 
E de cada alimento devemos sugar 
O que há de melhor e deter o pior. 


Pois na verdade irmão, 
Quem luta por verdade 
Quer o bem, 
E o mal vem de frente testar nossas forças. 


Nascemos para lutar, 
Não nascemos para calarmos, 
Isso jamais! 

Porem é preciso cautela, 
Tudo esta tão quieto, 
Tem vigias ali, 
Tem olhos de aves 
De frente e por trás... 


Os superiores estão vestidos de empregados... 


Tão fácil seria encarar, 
Ter um dialogo direto e nobre,
Mas eles se escondem 
Com medo do nosso pensar.

2 comentários:

  1. Concordo com sua opinião e posição caro poeta, entretanto temos que analisar bem o que nos vem, se, com o passar do tempo, toda a harmonia e o espirito esta sendo retirado, e nada de novo vem para o bem, somos a ser oferendas em alguns casos, e somos tratados somente com alimentos podres, nada se pode tirar de bom, e acabemos a nos alimentar cada vez mais com indigestos.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, tenho que concordar com o Beller!

    Beijos grande :D

    ResponderExcluir