quarta-feira, 20 de junho de 2012

Direção Perdida

Direção Perdida

Queria ter poder de me guiar,
mas o carro da vida está desgovernado,
não se vê volante, guidão ou manche,
somente vejo você em minha estante. 

No meu instante perdi sendo arrogante,
egoísta sempre errante, errado sendo amante,
para poesia de uma historia de amor perfeita

viver 
solta
louca

Como todos gostaríamos de viver,
ver de frente, sem retrovisor, 
esquecer o que se foi, ir para onde for...

Nunca me lembro por onde entrei,
se sai também não vi.
Passei, passeando por aqueles e 
outros tantos cantos,
mas não cantei a vida como deveria.

Tu me amas pai mãe irmã família?
Onde posso encontrar a fé da direção
que estas em minhas mãos?


Nenhum comentário:

Postar um comentário