domingo, 11 de setembro de 2011

Quanta espera

Palavras de mais um insano...

Quantos existem por ai?

Vida estilizada e amordaçada
Por algo denominado pressão.
Entende o principio sem compreender
O que não é...

Promissor é o tempo
De quem espera,
Aguarda o momento
para surpreender.

Isso trás medo receio
De não saber o que...

Quem vai dizer qual é o tempo certo?
Se realmente haverá o chamado "certo".

Se ficar ai paralisado,
Apodrecera a carne
E nem para os parasitas
serás aproveitado.

Escuta o teu chamado,
Os cavaleiros da mesa
Estão ao seu lado.

Corra...
Não pare...
Não renegue a batalha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário