terça-feira, 13 de setembro de 2011

Quando um poeta ama

"O poeta vive a difundir as alegrias e as dores do amor,

Psicografa estes sentimentos, em seus escritos,

Emanado pela emoção sentida, sua ou alheia,

Quer seja de tristeza ou alegria,

Tristeza pela perda de um amor,

Alegria por estar amando,

É um amor, literalmente sentido do que ele sente normalmente,

Pois um Poeta vive um amor constante,

Cheio de prazer em falar e escrever sobre este nobre sentimento,

Mas quando ele se entrega totalmente ao amor,

Ai sim ele chega à plenitude de amar,

Ama estar ao lado de sua amada,

Ama acariciar este ser que ele esta amando,

Ama beijar longamente a sua amada,

Em fim ama profundamente a sua amada,

Esta é a forma de amar de um Poeta,

Ama te amar....."


Djalma Pinheiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário