sábado, 17 de setembro de 2011

Não Contextualiza

Como amamos?

Existem sem planos
Viver um amor sem
Enganos amamos
Inocente

A felicidade um
Depende duas
Sem perdões
Com mascaras

Não é um circo
Mas meu coração
Palpita cego cativado
Em emoção perante

Quadro

Na parede que marca
Saída para um voo
Insólito de sonhos
Possíveis

Nenhuma palavra
Contextualiza

Nenhum comentário:

Postar um comentário