segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Amor ou Ilusão

O que faço
Se viro logo
Quero de ti
Abraço

Com laços
Enrolados
Nós dois
Em um

Amor comum
Simples da gente
Que quer felicidade
Sem pesar cabeça

Rolando em esteiras
Vem puxada pelas
Mãos e pernas
Em minha direção

A que sujeito rude
Que não se cansa
De ver esperança
Onde não há

Que triste sorte
Seu coração
Ser tão forte
Se esquece logo

Então fala razão
Que deixa-me
Com cara no chão
Foi amor ou ilusão

Nenhum comentário:

Postar um comentário