sábado, 16 de julho de 2011

Já desiste de tantas coisas, mas disso não posso nunca.

Não posso desistir do que acredito.
Luto com unhas e dentes mesmo que pareça impossível.
Não vou deixar que vá embora até convence-lá de que é...
É a lua que me faz existir, em fases diversas vou lhe sentir.
Perto ou longe como agora, não é apenas um querer.
Se a palavra amor leva tempo pra dizer, não é agora que vou morrer.
Penso que posso tentar evitar um sofrimento que alguém paga preço,
Mas o preço está em tudo a ser pago, não adianta se esconder.
Tento me calar de ante de ti, mas o que sinto me obriga a dizer.

"Bem no alto ou bem lá embaixo.
Quando você está muito apaixonado para esquecer.
Mas se você nunca tentar, nunca vai saber.
O quanto você vale."

Nenhum comentário:

Postar um comentário