sexta-feira, 8 de julho de 2011

Disléxico

E surgindo como nada
Via-se relâmpagos por 
Um caminho tortuoso. 
Escuridão cheia de ternura
Que comove o ser sem esforço.
Esse se deixa distrair e acaba 
Como destruído por si mesmo.
Laços de uma vida passada?
Há que nessa merda exista 
Figuração para outro sentido, 
Vida real ou apenas ilusão.
Não sabe, por não ter da onde 
Encontrar a verdade, mas o sabe. 
Poderá ser o engano da vasta 
Criação doentia que culmina 
Em sua vida. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário